domingo, 8 de junho de 2014

PENTECOSTES E JUVENTUDE

        

        Neste domingo a Igreja celebra o dia de Pentecostes, que nada mais é a ação do Espírito Santo que vem como "língua de fogo sobre as cabeças dos apóstolos", segundo o livro dos Atos dos Apóstolos na Bíblia. Este texto está na liturgia da missa deste dia. Mas o que esta ação tem a ver com a nossa juventude nos dias de hoje? Tudo a ver.


Atualmente estamos inseridos em uma realidade onde existem diversas formas de atuação, ideologias e crença juvenil que conhecemos por "Tribos" ou "Juventudes": grupos que são classificados por estilos musicais, teorias filosóficas de vida, doutrina ou até mesmo por suas vestimentas. No livro "O Divino do Jovem", do nosso estimado Padre Hilário Dick, o autor nos proporciona a uma reflexão dos grupos de jovens que estão em diversos espaços e que mesmo em sua forma de encontro compartilham da mística, da animação e da afetividade entre estes (as) que ali estão. Ao pensarmos em "juventudes" devemos perceber a necessidade de se aproximar destes grupos respeitando sua forma de viver, ou, e de pensar. Assim sendo devemos saber falar a "sua língua" para sermos aceitos, respeitados e até ouvidos por estes jovens. Quando falamos de respeitar a diversidade juvenil devemos fazer um olhar crítico também para dentro de nossa estrutura eclesial, onde se tem diferentes expressões de juventude: os movimentos, as pastorais e os serviços.

      Quando se fala em evangelização da juventude um grupo de jovens não pode ficar enclausurado apenas em seu “mundo”, que muitas vezes se remete apenas a uma sala ou espaço de encontro destes (as) jovens, mas sim compreender a linguagem da juventude inserida na realidade onde vivem e como se preparar para aprender a falar esta linguagem.
     No ano de 2013 o Papa Francisco esteve no Brasil onde se reuniu com mais de um milhão de jovens católicos (as), de diferentes místicas, tendo que se comunicar através de seu jeito jovem e expressar a importância que a juventude tem dentro da Igreja Católica Apostólica Romana, com seu novo jeito de evangelização sendo o novo instrumento de anúncio da Boa Nova de Deus não só às pessoas que já estão inseridas nas capelas, mas principalmente para as que estão fora.


    Assim como Deus enviou seu espírito sobre cada apóstolo para que anunciassem em variadas línguas de seu Reino que é para todos e todas que Ele envie sobre a nossa juventude este mesmo espírito, para que estes (as) jovens se reconheçam como verdadeiros apóstolos (as) que são e que anunciem Suas palavras em todos os espaços: escolas, igrejas, ruas, periferias, ONGs, campos, etc.

Equipe de comunicação
Pastoral da Juventude do Vicariato Episcopal de Canoas
pjcanoas@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário